Buscar
  • Luiz Vieira

Festival de Dramaturgia traz mostra de textos online curtos e aulas abertas de forma gratuita

No total serão seis aulas abertas e uma mostra de dramaturgia audiovisual de textos curtos em formato online dos trabalhos selecionados; os convidados são Silvia Gomez, Daniel Veiga, Cláudia Barral, Jé Oliveira, Janaína Leite e Matteo Bonfitto

Foto: Divulgação.


O Festival De Dramaturgia: Jornadas Heroicas Possíveis será realizado nos dias 13, 14, 15, 20, 21 e 22 de abril de forma gratuita pelo Youtube. Idealizado pelo Núcleo de Pesquisa Drama Seis e com produção da Romã Atômica, a proposta do evento é ampliar a discussão sobre dramaturgia e tem como proposta de interface a obra O Herói de Mil Faces, de Joseph Campbell. A obra serviu para novos autores criarem textos com abordagens que desafiavam a estrutura estabelecida da Jornada do Herói.


A programação inclui uma mostra audiovisual, sempre às 18h30, em formato online de seis dramaturgias de textos curtos. Foram selecionadas pelo edital: Pra Santo Comer, de Rafael Cristiano; Cicatriz Anciã, de Denizart Fazio; Kalunga, de Monalisa Silva; Cachorro De Rua, de Lucas Venturin; O Empréstimo, de Danilo Dal Lago; e Body.Exe, de Roberto Simão.

Já as aulas abertas ocorrem às 19h30 com artistas convidados que discutirão o próprio trabalho em fricção com alguns aspectos presentes na Jornada do Herói. Os convidados e os títulos das aulas são: Silvia Gomez (Heroína Cósmica Com Cheiro De Sundown); Daniel Veiga (A Telenovela E A Jornada Melodramática); Cláudia Barral (Uma Leitura Psicanalítica De Campbell Na Contemporaneidade: A Jornada De Uma Dramaturga); Jé Oliveira (Narrativas Anti-Heroicas: Farinha Com Açúcar E Racionais MC’s); Janaína Leite (Autobiografia Como Despossessão); e Matteo Bonfitto (Dispositivos Dramatúrgicos E Heroicidades Aporéticas). A programação completa está logo abaixo.


“É possível perceber elementos da Jornada do Herói identificada por Campbell em muitas das narrativas contemporâneas — não só naquelas assumidamente ficcionais, mas também na política, por exemplo, ou em outras formas de organização coletivas. Com o festival, procuramos discutir ou desafiar essa estrutura e inserir no debate novas perguntas e personagens. As seis dramaturgias selecionadas são materiais muito diversos entre si e a mostra audiovisual também explora essa pluralidade” , ressalta Elenice Zerneri, do Drama Seis.


Uma revista virtual será lançada no dia 29 de abril e vai compilar tudo o que foi realizado no festival: as seis dramaturgias selecionadas, com textos críticos correspondentes (elaborados pelos integrantes do Drama Seis: Breno Rosa-Gomes, Bruna Varga, Elenice Zerneri, Lara Duarte, Rafael Arruda e Thais Ribeiro), imagens e ficha técnica dos materiais audiovisuais e, por último, textos dos artistas convidados já citados, que abordarão sínteses de suas aulas.


PROGRAMAÇÃO (https://festivaldedramaturgia.com.br/)

Dia 13 de abril, terça-feira

18h30: Pra Santo Comer, texto de Rafael Cristiano

Sinopse: A comida do Santo foge. Dô e Tinha conversam. Precisam decidir se vão em busca da galinha pelo bairro ou se ficam e esperam. Esperam. Dô vai e Tinha fica. E quando volta, volta sem a galinha.

19h30: Aula aberta com Silvia Gomez - Heroína Cósmica Com Cheiro De Sundown

Dia 14 de abril, quarta-feira

18h30: Cicatriz Anciã, texto de Denizart Fazio

Sinopse: E se ninguém reconhecer o herói? Se na volta para casa ele pudesse ouvir as histórias dos que ficaram. Como as pessoas que permaneceram no mesmo lugar podem ter uma cicatriz desse tamanho? Tendo como disparador o poema épico A Odisseia, o trabalho aborda a recusa de Euricleia em reconhecer Ulysses como herói.

19h30: Aula aberta com Daniel Veiga, A Telenovela E A Jornada Melodramática

Dia 15 de abril, quinta-feira

18h30: Kalunga, texto de Monalisa Silva

Sinopse: Kalunga investiga as possibilidades de ficção através da memória. Um corpo utiliza estrategicamente a imaginação, a mentira e a ginga. O objetivo é inventar passado e futuro.

19h30: Aula aberta com Cláudia Barral, Uma Leitura Psicanalítica De Campbell Na Contemporaneidade: A Jornada De Uma Dramaturga

Dia 20 de abril, terça-feira

18h30: Cachorro De Rua, texto de Lucas Venturin

Sinopse: Um cachorro morre e apodrece em terreno baldio. Meninos, jovens e homens passam por ele em um misto de curiosidade e aversão. Ficam tristes. Em jornada que incorpora a estética da cultura pop, seus relatos se transformam em hip hop, palavra cantada e declamação.

19h30: Aula aberta com Jé Oliveira, Narrativas Anti-heroicas: Farinha Com Açúcar E Racionais MC’s

Dia 21 de abril, quarta-feira

18h30: O Empréstimo, texto de Danilo Dal Lago

Sinopse: Mauro precisa quitar seu aluguel para não ser despejado. Mauro não encontrou lugar melhor para se esconder que não seu maior - e único - bem. Mauro pode ser qualquer um de nós.

19h30: Aula aberta com Janaína Leite, "AUTOBIOGRAFIA COMO DESPOSSESSÃO"

Dia 22 de abril, quinta-feira

18h30: Body.Exe, texto de Roberto Simão

Sinopse: Eles não venceram a última fase e mesmo assim avançaram no jogo. Agora o desafio da fase anterior se aproxima novamente. Será que eles vão superar e vencer o desafio ou pular e passar para a próxima fase mais uma vez?

19h30: Aula aberta com Matteo Bonfitto, Dispositivos Dramatúrgicos E Heroicidades Aporéticas

Festival De Dramaturgia: Jornadas Heroicas Possíveis

Dias do Festival: 13, 14, 15, 20, 21 e 22 de abril

Mostra De Dramaturgia De Textos Curtos: De terça a quinta, às 18h30

Aulas: De terça a quinta, às 19h30

*Publicação de revista digital: 29 de abril, quinta-feira.

Atividades sempre no Youtube do Drama Seis

Ficha Técnica | Festival De Dramaturgia: Jornadas Heroicas Possíveis

Produção Geral: Romã Atômica Produtora (Paloma Rodrigues E Amara Hartmann). Organização: Drama Seis (Breno Rosa-Gomes, Lara Duarte, Elenice Zernieri, Bruna Varga, Thais Ribeiro E Rafael Arruda). Convidados: Daniel Veiga, Janaína Leite, Matteo Bonfitto, Cláudia Barral, Silvia Gomez, Jé Oliveira. Design Gráfico: Juliana Piesco.