Buscar
  • Responder Fazendo

Espetáculo online “Sofisma” faz curta temporada no Teatro Sérgio Cardoso Digital

Inspirada na atmosfera de suspense das obras de Edgar Allan Poe, montagem traz Biah Ramos e Luciano Gatti no elenco; dramaturgia é de Biah Ramos, e direção de Elder Fraga.


O espetáculo Sofisma faz temporada online pelo Teatro Sérgio Cardoso Digital, equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerido pela Amigos da Arte. As transmissões são gratuitas e acontecem via plataforma Sympla Streaming a partir do dia 22 de julho, quinta-feira, 21h. No elenco estão Biah Ramos - que também assina dramaturgia - e Luciano Gatti. O clima de suspense e fantasia do espetáculo, que também pode ser chamado de cineteatro, é inspirado na bibliografia do escritor estadunidense Edgar Allan Poe. A direção é de Elder Fraga e o roteiro adaptado é de Paulo Gabriel.

A peça aborda temas relacionados à ancestralidade cultural da nossa sociedade, o patriarcado e as condições pressupostas ao feminino. Após as sessões dos dias 22 de julho, 1º, 5 e 15 de agosto, haverá bate-papo e interação com o público.

Sinopse

Solfie sai em busca de si. Para tanto, faz uma viagem para dentro em busca de entender seu lugar no mundo, seu feminino e as amarras que uma sociedade machista impõe à mulher, criando miopias na sua existência, função social e afetividade. Em sua caminhada, encontra seu espectro, Tony, ora sua completude, ora o oposto masculino, que representa a ancestralidade cultural da nossa sociedade e do patriarcado que, de alguma maneira, promovem diversas maneiras de abusos, impondo pré-condições ao feminino.

Ficha técnica

Realização: KAULI

Dramaturgia: Biah Ramos

Roteiro adaptado: Paulo Gabriel

Direção: Elder Fraga

Elenco: Biah Ramos e Luciano Gatti

Diretor de Fotografia: Tomires Ribeiro

Direção de Arte: Cesar Rezende

Produção Executiva: Biah Ramos

Caracterização: Mariana Figueiredo

Som direto: Daniel Malferrari

Sound design: Júnior Aragaki

Assistente de Direção: Leonardo Granado

Assistente de produção e Making Of: Gessé de Almeida

Figurino: Biah Ramos e Paulo Gabriel

Design Gráfico: Ismar Soares e Victor Paula

Montagem: Tomires Ribeiro e Elder Fraga

Finalização: Fraga Films e Primeiro Olho Filmes

Assessoria administrativa: Michelle Gabriel

Assessoria Jurídica: Elisângela Menezes

Assessoria de imprensa: Adriana Monteiro

Serviço:

Sofisma

Local: Teatro Sérgio Cardoso Digital

Data: De 22 de julho a 15 de agosto, às segundas-feiras, quintas-feiras e domingos, às 21h.

Nos dias 22 de julho, 1º, 5 e 15 de agosto haverá bate-papo de 30 minutos com o elenco após a apresentação do espetáculo. Ingressos: Gratuitos, com retirada através do sistema Sympla Streaming https://www.sympla.com.br/teatrosergiocardoso/ A sala de transmissão digital abre com 15 minutos de antecedência. É recomendável acessá-la antes do horário de início da apresentação. Acessibilidade: Todas as transmissões terão tradução em libras e legendagem em português. Duração: 32 min Classificação indicativa: 16 anos

Sobre a Amigos da Arte

A Amigos da Arte, Organização Social de Cultura responsável pela gestão dos teatros Sérgio Cardoso e de Araras e do Museu de Diversidade Sexual (MDS), trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da Amigos da Arte, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos. Em seus mais de 15 anos, a entidade desenvolveu 58 mil ações que atingem mais de 25 milhões de pessoas.

Sobre o Teatro Sérgio Cardoso

Localizado no boêmio bairro paulistano do Bixiga, o Teatro Sérgio Cardoso foi inaugurado em 13 de outubro de 1980, com uma homenagem ao ator. Na ocasião, foi encenado um espetáculo com roteiro dele próprio, intitulado “Sérgio Cardoso em Prosa e Verso”. No elenco, a ex-esposa Nydia Licia, Umberto Magnani, Emílio di Biasi e Rubens de Falco, sob a direção de Gianni Rato. A peça “Rasga Coração”, de Oduvaldo Viana Filho, protagonizada pelo ator Raul Cortez e dirigida por José Renato, cumpriu a primeira temporada do teatro. Em 2020, o TSC cumpriu 40 anos de atividades, tendo recebido temporadas importantes de todas as linguagens artísticas e em novos formatos de transmissão, se consolidando como um dos espaços cênicos mais representativos da cidade de SP.

Redes Sociais TSC

Instagram | Facebook | Site