Buscar
  • Luiz Vieira

Cineasta Gabriel Alvim faz estreia digital do filme Velha Roupa Colorida no dia 27 de maio

O longa ficará disponível por três meses com transmissão gratuita na plataforma de streaming da Filme Filme para quem quiser assistir

Velha Roupa Colorida - Atores Marcelo Lazzarato e Dida Andrade -

Foto: Paul Bessa - Responder Fazendo 2021


Um homem de 30 anos retorna do exterior após uma estadia frustrada para retomar seu antigo trabalho e as amizades. Mas o tempo não parou e agora ‘o passado é uma roupa que não lhe cabe mais’, como diz a música de Belchior. Esse é o enredo de Velha Roupa Colorida, longa do cineasta paulista Gabriel Alvim que tem estreia nacional dia 27 de maio, quinta-feira, com transmissão gratuita pela plataforma de streaming da Filme Filme. O filme ficará disponível por três meses na plataforma.

Além de diretor e roteirista, Alvim descobriu sua paixão pelo teatro durante a faculdade de direito e decidiu fazer este filme após uma passagem pela renomada Academia de Artes Dramáticas de Estocolmo (Suécia), que lhe concedeu uma bolsa para rodar seu terceiro curta-metragem todo em inglês. Se apropriando da estética Mumblecore, movimento jovem de cinema independente dos Estados Unidos, com cenas improvisadas e tramas próximas da vida cotidiana, reuniu um time de atores que assumiu o risco de se testar, abrindo mão da segurança do texto. Os valores caros ao diretor nesse filme são a ênfase no personagem, a ambivalência de seus sentimentos e o caráter movediço das relações humanas.

No elenco estão atores conhecidos da televisão como Louise D'Tuani, Adriano Toloza e Kauê Telloli, e artistas que transitam pelo teatro e cinema como Fabio Penna, Pedro Lopes, Carol Melgaço, Fernanda Stefanski, Andradina Azevedo, Dida Andrade e Marcelo Lazzaratto. A produção conta ainda com as participações especiais de performances de Sue Nhamandu e Marco Biglia.

O filme foca na passagem para a vida adulta e toca em temas como frustração profissional, envelhecimento, recomeços e amizade. O protagonista está em busca de um tempo perdido e, ao tentar reunir sua antiga turma, encontra todos vivendo à sombra de suas próprias angústias: Jucá vive a vida que o pai planejou para ele; Digão sofre de depressão e foi excluído do grupo; Caco finge ser um pai de família enquanto abusa de drogas e trai a esposa; Raul banca o idealista, mas não consegue abandonar velhos hábitos machistas. Apenas Carol conseguiu evoluir e segue atrás dos seus sonhos.

A trilha sonora é composta por jovens bandas de rock brasileiras (Agoristas, Rios Voadores, Fernando Freitas, Sara Não Tem Nome, Carne Doce e Caio Falcão e o Bando), que atuam como um coro grego, comentando as passagens da trama para o espectador. “Para quem gosta do frescor de um cinema jovem, é um prato cheio”, afirma Alvim.

Velha Roupa Colorida é o primeiro longa de Gabriel Alvim, que já escreveu e dirigiu 3 curtas metragens premiados com carreira internacional e licenciados para a televisão. Fez uma residência artística da Academia de Artes Dramáticas de Estocolmo (UNIARTS), onde escreveu e filmou uma coprodução Brasil-Suécia.

No momento, trabalha na finalização do seu segundo longa, dentro do mesmo gênero de drama/mumblecore, chamado Solidão, Que Nada, e no desenvolvimento de uma série de drama rural chamada Se For Comprar um Cavalo, Vá a Cavalo, vencedora do prêmio de qualidade Antônio Bivar em 2020. “Para a série estamos conversando com produtoras nacionais de peso para retratar esse Brasil profundo do Centro-Oeste, do místico cerrado e seus quilombos... e região que abriga o maior rebanho de bovinos do país. São histórias, folclores e causos riquíssimos que interessam o público e permanecem inexplorados.”

"Gabriel Alvim representa uma nova geração de cineastas que bebeu na tradição de nomes como Walter Hugo Khouri e Person."

Priscila Miranda – curadora Filme Filme

Serviço:

VELHA ROUPA COLORIDA, de Gabriel Alvim (BRA, longa, 75 min) Estreia digital dia 27 de maio de 2021 na Filme Filme.

O filme ficará disponível por três meses na plataforma.

https://filmefilme.com.br

Ingresso: Grátis.

Ficha técnica: VELHA ROUPA COLORIDA

Produtora: Oceânia Filmes, Filmes da Lata e KT Kino. Direção: Gabriel Alvim. Roteiro: Gabriel Alvim, Kaue Telloli e Dida Andrade. Elenco: Dida Andrade, Louise D’Tuani, Adriano Toloza, Carol Melgaço, Andradina Azevedo, Kauê Telolli, Fabio Penna, Fernanda Stefanski, Tony Reis, Pedro Lopes, Guta Ferrarini, Bruna Yamatogue, Aleixa Silva, Enzo Cruz, Julia Bobrow, Marco Biglia, Sue Nanhamandu, Victoria Blat e Marcelo Lazzaratto. Produção Executiva: Gabriel Alvim, Kaue Telloli e Luiza Vassalo. Direção de Fotografia: Paul Bessa. 1º Assistente de Fotografia: Tiago Pinheiro. 2º Assistente de Câmera: Thomas Tebet. Direção de Arte: Eduardo Kissajikian. 1º Assistente de Arte: Renato Maretti. Direção de Produção: Maria Eça. 1º Assistente de Produção: Samira Manpetit. Técnico de Som: Carlos Yamamoto. Figurino: Abrão Marques. Preparação de Elenco: Gabriel Alvim e Pedro Lopes. Montagem: Lucas Fratini. Desenho de Som: Ruben Valdes. Colorista: Alexandre Cristófaro Finalização: Clandestino. Trilha Sonora: Agoristas, Rios Voadores, Fernando Freitas, Sara não tem nome, Carne Doce e Caio Falcão e o Bando.