Buscar
  • Responder Fazendo

A literatura é representada na 1ª Mostra de Teatro On-Line APTI durante os dias 10 e 11 de julho

As montagens estarão disponíveis on demand, ou seja, ao adquirir o ingresso, o espectador pode acessar a exibição a qualquer momento.

Ator Elias Andreato - Espetáculo Pessoa - Foto: Divulgação


O escritor português Fernando Pessoa (1888-1935) e a escritora e filósofa francesa Simone Weil (1909-1943) estarão retratados na 1ª Mostra de Teatro On-Line APTI por meio dos espetáculos Pessoa, com direção e atuação de Elias Andreato; e A Última Dança com Natalia Gonsales. Durante os dias 10 e 11 de julho, sábado e domingo, as montagens estarão disponíveis on demand, ou seja, ao adquirir o ingresso, o espectador pode acessar a exibição a qualquer momento.

Em Pessoa, Elias Andreato cria um personagem baseado na prosa e na poesia do poeta português, um dos principais nomes da literatura mundial. Usando como centro a obra O Marinheiro, escrita em 1913, nos dá a oportunidade de conhecer de onde vem a inspiração do autor, à época com 25 anos.

Acredita-se que o marinheiro descrito na obra seja o próprio Fernando Pessoa, concentrado na realidade e ação, no sonho de viver. É na verdade a primeira criação dos seus três heterônimos, Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro, sendo estes últimos objeto da maior parte dos estudos sobre a sua vida e obra.

A Última Dança é inspirada no diário da escritora e filósofa francesa Simone Weil. Nascida em 1909 em Paris, filha de médico, aos 20 anos aluga um quartinho perto de uma fábrica, despede-se de seus pais, amigos e das aulas de filosofia para trabalhar na linha de montagem com o objetivo de escrever sobre a condição operária e a opressão social.

Atriz Natalia Gonsales - A Última Dança - Foto: Flávio Tolezani e Lívia Simardi

A partir dessa vivência, Simone deixa uma espécie de diário relatando o seu dia a dia na fábrica: a fome, as labaredas, os ruídos ensurdecedores, os acidentes, as doenças, as ordens, o medo, o esgotamento, o envelhecimento, a infelicidade, o emburramento.

A 1ª Mostra de Teatro On-Line APTI é uma iniciativa da APTI-Associação de Produtores Teatrais Independentes para arrecadar dinheiro para o Fundo Marlene Colé, que vem apoiando os profissionais das artes cênicas afetados pela pandemia.

Serviço:

1ª Mostra de Teatro On-Line APTI

Dias 10 e 11 de julho – On demand

Pessoa

Texto: Fernando Pessoa. Direção e atuação: Elias Andreato.

A Última Dança

Texto: César Baptista. Direção: Janaina Suaudeau, Cesár Baptista e Fernando Bueno.

Com Natalia Gonsales.

Ingressos: R$25, R$50 e R$100 (o cliente escolhe quanto quer pagar)

Vendas: www.apti.org.br/mostra-de-teatro

Informações: www.apti.org.br

Instagram: @apti_sp

Sobre Marlene Colé

A carreira de Marlene Colé nas artes começou cedo. Ainda jovem integrou o Grupo de danças folclóricas de Solano Trindade, fundado nos anos 70 em Embú das Artes, e mais adiante se tornou cantora da noite, tendo participado do show da inauguração do Teatro Nacional em Brasília.

De origem humilde, com o passar dos anos, para se sustentar começou sua carreira como camareira e nessa atividade trabalhou para uma legião de atores, atrizes e produções teatrais pelo Brasil a fora.

Quando morreu, em 2016, fazia parte da equipe de camareiras do Teatro Municipal de São Paulo, além de trabalhar em outras produções.

Marlene Colé não tinha parentes. E quando faleceu tinha alguns recursos em sua conta bancária, fruto de suas economias. Um grupo de amigos solidários de Marlene, entre artistas e técnicos que conviveram com ela, resolveu criar, com esses recursos o FUNDO MARLENE COLÉ, para apoiar artistas e técnicos que estivessem passando por necessidades, honrando assim o nome de Marlene que sempre foi muito preocupada em ajudar o próximo.

Atualmente A gestão do Fundo Marlene Colé está a cargo da APTI-Associação de Produtores Teatrais Independentes, com sede na Capital Paulista e conta com as instituições SATED-SP (Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo), Cooperativa Paulista de Teatro e Coletivos de Circo, a parceria com a APTR (Associação de Produtores Teatrais) e o apoio do Artigo 5º, Sympla, Lista Fortes Brasil e Unibes.

Para maiores informações acesse o site:

www.fundomarlenecole.com.br

Redes sociais:

www.facebook/fundomarlenecole

Instagram: @fundomarlenecole