Buscar
  • Luiz Vieira

3º Festival Internacional de Circo da Cidade de São Paulo – FIC 2020 anuncia programação online

A abertura oficial do evento será dia 3 de dezembro, com o Circo Zanni, na Lona da Cidade do Circo

Foto: Ligiane Braga.


Devido a pandemia causada pelo COVID-19, com suas medidas restritivas de isolamento social, e, principalmente, os severos impactos sobre a classe artística em geral, o 3º Festival Internacional de Circo acontece de maneira híbrida, com a maioria da programação na versão online e outra parte de forma presencial.

A curadoria do FIC 2020 se caracterizou por ações inclusivas. Desse modo, 50% dos conteúdos selecionados foram destinados a mulheres ou grupos majoritariamente compostos por mulheres. Houve, ainda, uma diretriz e determinação para ampliar e assegurar uma maior participação de artistas pertencentes a comunidades não brancas, LGBTQIA+ e portadores de necessidades especiais. E todos os conteúdos audiovisuais terão tradução de linguagem LIBRAS como forma de inclusão.

Por ser um festival híbrido e com grande parcela de sua programação composta por conteúdos audiovisuais, ampliou-se significativamente o alcance e audiência do FIC 2020, bem como romperam-se barreiras geográficas possibilitando que profissionais de qualquer lugar do mundo possam ter acesso aos conteúdos e ações formativas.

Estima-se que cerca de 800 artistas e cerca de 70 técnicos participarão diretamente de todas as atividades desenvolvidas no FIC 2020. Toda a programação é gratuita e está disponível no site: https://ficsp.com.br/.

Foto: Ricardo Avellar.


PROGRAMAÇÃO ONLINE

21 oficinas nas mais diversas linguagens dentro do universo circense. Todas serão realizadas através de inscrições na plataforma do Festival. De 27 de novembro a 10 de dezembro.

7 mentorias ministradas por profissionais de notório saber com uma carga horária de 6 horas, distribuídas em 3 dias. São elas:

Laroyê Mojubá: O Riso pede passagem

Integrantes: Cristine Takuá e Carlos Papá.

Mediação: Vanessa Rosa.

Data: 02, 03 e 04 de dezembro

Horário: 19 às 21h

Ritmo em Cena: Percussão corporal e brincadeiras musicais

Mentoria: Caê

Data: 30/11, 02 e 04 de dezembro

Horário: 14 às 16h

Produção Independente

Mentoria: Fran Marinho

Data: 25, 26 e 27 de novembro

Horário: 15 às 17h

Entradas Cômicas e suas dramaturgias

Mentoria: Caco Mattos

Data: 25, 27 e 29 de novembro

Horário: 19 às 21h

Experiências de construção cênica para artistas com trabalhos em processos de criação

Mentoria: Erica Stoppel

Data: 25, 26 e 27 de novembro

Horário: 10 às 12h

Financiamento e manutenção de produções artísticas

Mentoria: Fernanda Vilela

Data: 08, 09 e 10 de dezembro

Horário: 15 às 17h

Brincar com o imaginário: Vivência de animação com objetos que viram bonecos

Mentoria: Cleydson Catarina

Data: 26, 27 e 28 de novembro

Horário: 15 às 17h

8 debates com os seguintes temas:

1) Circo e Racismo: Narrativas de Experiências Negras no Circo

2) Experimentos do Fundo Mundo - Circo em Transição

3) Cosmo - Alegria dos Povos da Terra

4) Contemporaneidade no Circo

5) O Circo e a Cidade

6) 150 anos de Benjamim de Oliveira

7) Disseram que eu não podia: Circo e capacitismo

8) Perspectivas do Circo Social e processos artístico-pedagócicos

Exibição gratuita do documentário Pagliacci no dia 9 de dezembro no site do Festival.

Foto: Paulo Barbuto.


PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL

A programação presencial será dividida entre a Lona Cidade do Circo, instalada na Avenida Olavo Fontoura, S/N, em frente ao Portão 20, do Completo do Anhembi, o Teatro Flávio Império (R. Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaíba) e outros pontos da cidade, com as intervenções dos artistas de rua. Foram selecionados 100 (cem) artistas de rua para realizarem seus trabalhos nas 5 zonas geográficas da cidade de São Paulo. Essas intervenções acontecerão entre os dias 03 a 10 de dezembro, a princípio em parques públicos situados em cada uma dessas zonas da cidade;

Lona da Cidade do Circo

Endereço: Avenida Olavo Fontoura s/número, em frente ao portão 20, do Complexo do Anhembi;

Circo Zanni: Espetáculo “Circo Zanni”

Data: 03/12/2020

Horário: 20:30h

Abertura do Festival

Cia Corpo Mágico: Espetáculo “Circense Clássico”

Data: 04/12/2020

Horário: 20h

Cia Fundo Mundo: Espetáculo “Sui Generis”

Data: 05/12/2020

Horário: 20hs

Ricardo Rodrigues: Espetáculo “PROT{AGÔ}NISTAS”

Data: 06/12/2020

Horário: 17h

Cia Palombar: Espetáculo “Esquadrão Bombelhaço”

Data: 09/12/2020

Horário: 20h

Cia Spadoni: Espetáculo “CIRCO SPADONI O RECOMEÇO”

Data: 10/12/2020

Horário: 20h

Encerramento Festival

Teatro Flavio Império

Endereço: Rua Prof. Alves Pedroso, 600 – Cangaiba

Trupe Lona Preta: Espetáculo “O Circo Fubanguinho”

Data: 04/12/2020

Horário: 20h

Cia Ébanos: Espetáculo “Eranko”

Data: 05/12/2020

Horário: 20h

Cia La Mala: Espetáculo “Fábrica de Brinquedos”

Data: 06/12/2020

Horário: 17h

Cia Resto Dontê: Espetáculo “3x4”

Data: 08/12/2020

Horário: 20h

Cia Ouvidor 63: Espetáculo “Pirilampos”

Data: 09/12/2020

Horário: 20h

Cia Las Martas: Espetáculo “Cortejo Desintinerante”

Data: 09/12/2020

Horário: 20h

“A primeira preocupação desta edição foi contribuir e abraçar os profissionais e representantes da produção circense estabelecidos, em especial, na cidade de São Paulo, sem restringir a participação de representantes de outras localidades. O número de atividades e de profissionais beneficiados foi, assim, significantemente aumentado. Outra preocupação foi ampliar o processo curatorial, através de um maior número de curadores, com orientações e ações afirmativas voltadas a grupos de mulheres, pessoas não brancas, LGBTQIA+, PCD’s e outros”, conta o diretor geral Joca Paciello.

“Teremos muito trabalho pela frente. As condições atuais o tornam mais complexo, mas estamos empenhados e focados nesse propósito de resistência, diversidade e empatia”, completa Joca.


  • 12 espetáculos se apresentam de forma presencial em dois locais – na Lona da Cidade do Circo e no Teatro Flávio Império.

  • 100 artistas de rua foram selecionados para apresentarem seus números em diversas regiões da cidade.

  • Foram selecionados, através de um edital, 114 artistas/grupos que exibirão números e espetáculos numa plataforma digital.

  • Houve 653 inscrições para esse processo de seleção.

  • A seleção foi distribuída em 06 categorias distintas abrangendo números e espetáculos nas linguagens de circo tradicional, contemporâneo e palhaçaria/comicidade.

  • Além dessas 06 categorias, selecionou-se 10 números que refletem o trabalho ou a visão dos artistas durante a pandemia. Desses 10 selecionados um deles será escolhido por votação popular como a preferência do público.

  • Escolheu-se também um jingle que será a “trilha sonora” do festival.

  • Foram selecionados 21 profissionais que ministrarão 21 oficinas nas mais diversas linguagens dentro do universo circense. As oficinas acontecerão a partir do dia 27 de novembro e irão até o dia 10 de dezembro. Todas as oficinas serão gratuitas e realizadas através de inscrições na plataforma do Festival.

  • Além disso, haverá 07 mentorias ministradas por profissionais de notório saber com uma carga horária de 06 horas, distribuídas em 3 dias. As inscrições são gratuitas.

  • Cerca de 800 artistas e 70 técnicos participarão diretamente de todas as atividades desenvolvidas no FIC 2020.


Realização: Associação dos Amigos do Centro de Memória do Circo.